Total de visualizações de página

domingo, 11 de maio de 2008

Ontem

O que posso dizer dessa angustia?
Eu sei, ninguém lê isso aqui mesmo... mas caso alguém resolva, iria me comprometer essas coisas que costumo dizer aqui.
É uma pena, não poder utilizar como meu diario, visto que no meu trabalho, o blogspot é bloqueado... Preciso ter paciencia...
Alguém sabe onde vende Calma? Paciência??? Mande por favor umas dez caixas com 200 comprimidos!!!
E essa minha impaciencia e falta de calma vêem desde quando nasci, sabe-se lá porque sou assim, mas vai ser muito difícil mudar... isso me lembra de um cd de inteligencia emocional que trouxe semana passada... o 'tratamento' começa no domingo, opa! Vou tentar isso... quem sabe melhora!
Mas, enfim... eu deveria estar de ressaca, não é? Pois fui à festa do meu amigo Gustavo, lá do outro lado da cidade, deu só umas tres horinhas da minha casa até lá... detalhes...
Bebi um pouco... joguei pastelzinho e amendoim nas pessoas... sim sim... iniciei uma guerra de comida...(comida de bebado, diga-se de passagem)... o que eu estranhei foi que as pessoas não reagiam e as que reagiram (tentaram) não tinham mira tão boa quanto a minha... sofreram!
De que me adianta essa mira tão boa (e útil) para atirar amendoim no dente do Dunga e da minazinha que estava ao lado dele, se minha mira para outras coisas sempre foi tão ruim.
É... no início, sempre tenho certeeeeeeeeeza que acertei, depois acabo me decepcionando, e não é nem com as pessoas, comigo mesma, pois crio expectativas (pra que?) que ninguém no mundo poderia suprir...
E por que alguém se interessaria em suprir minhas expectativas tão exageradas, toscas e sem nexo??? Tem que ser alguém tão exagerado, tosco e sem nexo para entender.
Como já disse antes, nem faço questão de alguém como eu... nem para mim... quero somente que alguém que viva nesse mesmo mundo, nem que também tenha seu mundinho paralelo, também tenho o meu... falo sozinha constantemente... estou falando agora, pior... teclando...
Escrevendo para ninguém...
Esse é o meu mundo... seja bem vindo!