Total de visualizações de página

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Tradição x Pioneirismo (familiar)

Todo mundo diz 'o importante é ser feliz'...
O que pega é quando a gente pra ser feliz tem que fazer uma festa de casamento do jeito dos noivos.
Todo mundo casa na igreja e faz a festa no salão.
E quando a gente não quer nada disso?
Amo casamentos, acho o rito de passagem importantíssimo, ir somente morar junto, soa sem graça para mim.
Noivos ateus, como é que faz?
Curto os vestidos de noiva, o buquet, a marcha nupcial...
Odeio padres, pastores, presbiteros e afins...
Posso juntar tudo o que eu gosto e excluir o que não gosto!
Quero me casar na praia, daí ouço:
_"É longe, como vou fazer para ir?'.
Não conheço ninguém maior de 18 anos que nunca tenha ido à praia.
Com que roupa eu vou?
Senso, né... por favor! Google it!
Onde vamos ficar?
Dá vontade de mandar pra puta que pariu!
O que vou comer?
Prefiro não comentar!
Outro dia ouvi pior:
"Se não vai casar na igreja, pra que vestido de noiva?"
Dá vontade de responder:
"Ah tá, vou casar pelada. Gostei da sua sugestão!"
Imagine as manchetes no jornal: "Casal preso por tentar casar nús em praia pública".
Realmente preciso disso na minha vida.
Veio gente dizer que cai areia na comida... afff maria... ninguém merece! Já fui a uma festa que foi contratado um Buffet carissimo e as frutas estavam sujas. E sempre vem alguém para desmerecer a gente.
Ambição? Excentricidade? Deixa que essa eu respondo.
Sonho, vontade verdadeira. Essas palavras resumem o sentido de se casar na praia!