Total de visualizações de página

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Adoção

O fato é que nosso círculo de amigos e família já estão cientes de nossa decisão: A adoção.
Depois de algumas bobagens que foram ouvidas, ouvi uma que devo compartilhar aqui. É uma idéia meio que geral das pessoas que pensam em adotar por qualquer razão que seja.
Primeiro nos perguntaram se pretendemos adotar um bebêzinho. Dissemos que não fazemos questão disso. Mesmo porque, de qualquer forma a criança deverá saber de sua própria história. Somos contra a idéia de esconder a adoção, todos tem o direito de saber de onde vieram.
Ouvimos uma 'pérola' incrível: "Vocês poderiam adotar uma criança parecida com vocês!". Vamos lá, sou um  mix de negro x indio x português x baiana e meu marido é mestiço de japonês x português x italiana x mineiro. Enfim, o que NÃO pareceria conosco? Que cor, cabelos, estatura, olhos não pareceria com algum de nossos antepassados? E se não parecer, que diferença faz? Porque essa gana de termos clones, porque tem que ter nossa aparência, temperamento, gostos? Viva as diferenças!