Total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Colegas?

A coisa mais feia que tem é uma pessoa fofoqueira. Se for mentirosa e fofoqueira então, fechou a tampa do caixão! Como diria meu pai "Caixão e vela preta!".
Faz muito tempo que não posto nada aqui no blog, volto com minha acidez costumeira.
Do nada uma 'colega' de faculdade, vou treinar para escrever casos clínicos e chamá-la de "R" me veio com uma informação, que segundo ela me interessaria (não sei porque ela pensou isso). Como vocês devem saber, sou estudante de Psicologia, estou no segundo ano ainda (tenho muito arroz e feijão pela frente). A pessoa em questão me disse que por eu ser como eu sou, ou como ela me julga uma pessoa sarcástica e tudo o mais, uma de nossas colegas que vou chamar de "F" estaria sofrendo bullyng, segundo ela, praticado por mim e estaria fazendo TERAPIA por minha causa!
Imediatamente fui até "R" e perguntei se ela estava chateada, se eu tinha dito ou feito algo que a ofendeu de alguma forma, pedi mil perdões, enfim... R. me disse que estava tudo bem, quando contei o que houve, ela ficou espantada e disse que vai tomar mais cuidado com as 'colegas' da sala, pois distorcem tudo o que dizemos lá.
R. ficou chateada com F., visto que a mesma desmentiu que estivesse fazendo terapia por minha causa. Engraçado que R. também tem sido vítima de fofoca (um pouco mais pesada), mas creio que nem se deu conta disso ainda!
Não vou contar aqui, senão a fofoqueira vai acabar sendo eu!
Fico um pouco preocupada de saber que algumas pessoas, sem brilho próprio tentam afastar as pessoas umas das outras. R. desde o primeiro semestre me ofende gratuitamente, disse-me uma vez "Você é a pessoa mais folgada dessa sala, todo mundo acha isso!" eu falei "Nossa, sério? Todo mundo acha?" peguei e fui perguntando pras pessoas da sala, uma a uma, "Você me acha folgada?' a pessoa 1 disse "Não!", perguntei pra pessoa 2, disse "Não!'; R. disse 'ah, eles devem ser seus amigos" daí eu falei "ué, mas não é a sala toda que me acha a pessoa mais folgada da sala?"; Enfim, pessoa 1, "Quantas vezes já nos falamos?" - "Nenhuma!". Pronto, viu R., não é a sala toda que acha o que você acha...
Moral da história: Sempre que alguém disser que muitas pessoas, tem uma determinada opinião a seu respeito dê um sorriso cínico e responda: Foda-se!